Ferramentas Online

Ferramentas Online

Contabilidade Moderna: Foco em Praticidade

Não é mais novidade para ninguém que vivemos uma era de mudanças, principalmente no meio empresarial.

Porém, normalmente associamos modernidade com criar tecnologias novas, extremamente revolucionárias, mas na OSA não, para nós, ser moderno significa facilitar a vida de nossos clientes com foco na praticidade.

Sempre tivemos como objetivo proporcionar “A solução para cada dia de sua empresa”, e exatamente por isso a OSA busca parcerias, atualizações e melhorias para oferecer um serviço cada dia melhor e mais completo.

Ser mais completo, significa entender nossos clientes e suas dores reais. Sabemos que o dia a dia de uma empresa é corrido, estressante e tudo deve ser muito bem planejado.

Por isso nós da OSA pensamos: Nós devemos facilitar a vida de nossos clientes, minimizar os problemas contábeis, impedindo que eles aumentem esse estresse já existente.

Muita gente vê o contador como o burocrata, chato e que existe para enviar impostos todo mês, ou seja, o contador fica com o rótulo do “cara que manda os altos impostos para pagar”.

Mas a OSA quer ir além disso e vamos mostrar como neste texto.

Contabilidade Conectada

Hoje o mundo é conectado, online e veloz, portanto não podemos deixar que atrasos ou erros de meios físicos interfiram em nossos serviços, por isso contamos com ferramentas online que realmente facilitam a vida dos nossos clientes.

Um exemplo é nosso sistema de “Protocolo Digital”, com ele o cliente pode receber e enviar documentos de forma segura, rápida e online.

E o melhor de tudo, sempre com registros de envio, recebimento e leitura do envio. Imagine uma carta AR, porém digital e privada.

Com essa ferramenta também é possível realizar consultas de informações sobre seus funcionários (a situação cadastral de cada um), podem ser feito pedidos de alterações, de férias, horas extras ou rescisões, tudo isso com registro de data, hora e quem recebeu.

Tudo no seu computador, de forma privada e segura.

Fim do mês com as NF-e em dia

A dor de cabeça típica de muitas empresas no fim do mês são os envios de notas fiscais, a contabilidade cobra prazo, o cliente perde tempo organizando e enviando tudo.

Facilitamos nessa hora também.

Com mais uma parceria, conseguimos que nosso cliente ao emitir uma Nota Fiscal Eletrônica, essa nota seja disponibilizada automaticamente para a OSA, isso significa que nossos clientes não precisaram nem mesmo nos enviar um arquivo.

Ele já estará em nossas mãos.

Sua Empresa na Palma da Mão

E claro, não poderíamos deixar de lado o tão temido Controle Financeiro.

Gerenciar contas a pagar, recebimentos e prazos sempre geram dúvidas e dor de cabeça, principalmente para empresas menores ou que estão iniciando, por isso temos uma parceria com uma das maiores empresas de Controle Financeiro do Brasil, que tornará o controle mais fácil e claro, prático, podendo acompanhar até mesmo pelo seu celular.

Essas são algumas das ferramentas que nós da OSA, juntamente com nossas parcerias, oferecemos para nossos clientes.

Ser uma contabilidade moderna, significa ser prática, ser objetiva e realmente ajudar no dia a dia de nossos clientes.

Faça parte dessa nova era da Contabilidade, entre em contato com a gente e facilite sua vida.

Como Fazer um Bom Recrutamento

Como Fazer um Bom Recrutamento

Caçadores de Habilidades

Você já deve estar cansado de ouvir aquela velha frase “o maior bem de uma empresa, são as pessoas”.

Pois é, toda palestra você escuta isso, todo mundo concorda com isso, mas e na prática? Tem sentido? As habilidades das pessoas estão tão fáceis de encontrar quanto importantes?

O empresário agora tem nova função: são “Caçadores de Habilidades”.

Valorizar um funcionário é mais do que óbvio, é necessário, porém quem vive o dia a dia de uma empresa, contratando, treinando, ensinando e se necessário (e muitas vezes é) demitindo, sabe como esse processo é exaustivo e complicado.

Hoje em dia está difícil encontrar pessoas boas para trabalhar, quem dirá então pessoas boas e com as “Skills” (forma bonita que chamaremos agora as habilidades) necessárias para determinadas funções.

Você Sabe o que Quer?

Todos querem aquela pessoa perfeita para a função, pró-ativa, comunicativa, criativa, com desejo de crescer e disposta a fazer parte da cultura da empresa.

Mas será que é assim? Só perguntar para a pessoa e ela responde sim ou não e pronto?

Muitas vezes, nem os próprios contratantes sabem exatamente o que procuram, por isso procuram sempre a perfeição, que não existirá, ao menos não sem um altíssimo custo, e acabam se iludindo com apostas nas contratações erradas.

O Preço do Recrutamento

Um processo de recrutamento é bem delicado e pode trazer muitos resultados, bons ou ruins. Vamos pensar aqui no modo mais convencional de contratação.

Vamos começar a pensar em todo o processo e todo o seu “custo”.

A busca por currículos, por indicações, seja através de centros de empregos ou anúncios diretos, o que gera um gasto de tempo e energia que pode ser muito grande, dependendo de sua cidade ou da sua necessidade.

Depois da fase inicial, onde é feita uma triagem (muito fria e inconsistente, para alguns), iniciam as entrevistas. Mais tempo e energia são gastos, porém nessa etapa é necessário um gasto a mais com concentração e preparo.

Acredite, existem entrevistadores dentro de empresas menos preparados que os próprios entrevistados.

O funcionário é escolhido, contratado e tudo foi resolvido. Ou quase.

Pois, com poucos meses é observado que a pessoa não está tão condizente com a sua necessidade assim, e os resultados estão sendo insatisfatórios. Demissão.

E antes de reiniciar o processo com os custos que já falamos, os custos com a demissão são custos financeiros reais. E não são baratos.

Recrutamento Moderno

Algumas empresas já adotaram novas modalidades de recrutamento, mais modernas, mais direcionadas e menos burocráticas.

Neste modelo o que importa são as “Skills” e não o currículo.

Se você precisa de alguém que faça uma atividade bem feita, ela não precisa de diplomas e mais diplomas, ela precisa te mostrar que faz a atividade bem feito e isso basta. É claro, fica aqui a observação que isso não se aplica a todas as empresas e muito menos a todas as atividades.

Para Tudo é Bom um Meio Termo

Equilíbrio é tudo na vida. Por isso não precisamos seguir rigorosamente os complexos e demorados processos tradicionais, nem partir para um extremo modernismo de algumas startups.

Nós da OSA nos preocupamos com isso, pois nossos clientes precisam de soluções para todas as situações que possam enfrentar.

E pensando nisso, em mais uma parceria fechada, passamos a oferecer um serviço de Recrutamento Online, sim é online e feito por uma psicóloga parceira, especializada em recrutamento.

Entre em contato com a gente sobre esse serviço e pare de ter dores de cabeça com recrutamento de funcionários.

Como Organizar sua Gestão Financeira

Como Organizar sua Gestão Financeira

Gestão Financeira e as Noites Sem Sono

Você que é empresário, micro, pequeno, médio ou grande, não importa seu tamanho, aposto que até já se acostumou a perder noites de sono pensando nos boletos que estão para vencer, ou qual valor que ainda tem a receber para cobrir as despesas, acertei?

Isso pode ser resultado de uma má ou até a falta de uma gestão financeira.

A maioria de nós deve conhecer ao menos um exemplo de uma empresa que era bem sucedida, famosa em sua região, muito lucrativa e respeitada, mas que de uma hora para outra foi perdendo força ou até mesmo sumiu, fechou as portas do dia para a noite.

Esses casos são mais comuns do que imaginamos, infelizmente.

Existem muitos fatores que podem levar a uma situação tão extrema quanto essa, mas um deles, pode ser o mesmo que faz com que você perca o sono toda noite para não deixar sua empresa no “vermelho” no fim do mês.

A falta de uma boa gestão financeira. Essa gestão não é só separar as contas, ver quanto de dinheiro entrou e então pagar as contas, esse tipo de pensamento simplório é o que pode ter levado a falência de algumas empresas.

Conheça a Si Mesmo

Vamos ser bem diretos, suas dores de cabeça podem estar acontecendo por um simples motivo, você não se conhece tão bem. Ou melhor, você não conhece sua empresa tão bem quanto pensa.

Conhecer a empresa, falando em financeiro, significa saber de forma clara e objetiva onde estão todos os seus investimentos, custos e lucros. Onde você gasta mais, onde seu lucro reduz e quanto você tem a receber por dia.

Detalhamento é a alma da gestão financeira de sucesso. Porém ele só é útil com acompanhamento constante, para que decisões sejam tomadas de forma rápida e eficientes.

Não Procure Problemas, Resolva-os!

A função de um dono, gerente ou responsável por uma empresa, independente de seu tamanho, não deve ser procurar os problemas, passar dias fazendo contas tentando entender onde está o “furo”, onde está o dinheiro que não fecha as contas no fim do mês.

A real função deve ser estudar as informações, estudar estratégias e resolver os problemas. Para isso o nível de conhecimento da empresa, deve estar a sua disposição de forma rápida e fácil.

É ai que entra a Gestão Financeira.

Não é o Mesmo que Contabilidade, Mas…

Gestão financeira e Contabilidade não são a mesma coisa, porém uma depende da outra e uma facilita a outra, caso estejam bem alinhadas. Em um resumo breve, a Gestão Financeira cuidaria dos valores movimentados mensalmente, fluxo de caixa, entrada e saída, contas a pagar e a receber.

Já a Contabilidade, utiliza do resumo final dessas informação para definir os balanços da empresa, se ela cresceu ou diminui seu patrimônio, quanto ela produziu e quanto arrecadou. E o governo fica de olho nessa parte, por isso deve ser muito bem alinhado.

Não Perca Mais o Sono

Esse texto não tem intenção de te assustar ou te preocupar ainda mais, porque nós da OSA Contabilidade nos preocupamos em facilitar e solucionar os problemas de nossos clientes.

Por isso, fechamos uma parceria com a FATORIZZE ASSESSORIA FINANCEIRA, uma empresa com os mesmos ideais de excelência que nós, que prestará esse serviço em alinhamento com a OSA Contabilidade.

Facilidade e praticidade, geram informações precisas e assertivas. Entre em contato e saiba mais sobre a parceria OSA Contabilidade e Fatorizze.

Convivendo com o Simples Nacional

Convivendo com o Simples Nacional

O Simples Nacional

Se você é um microempresário ou mesmo tem uma empresa de pequeno porte, certamente já ouviu falar no Simples Nacional.

Desde que foi criado em 2006 pela LC 123, o regime tem facilitado o cumprimento de obrigações tributárias para microempresas e Empresas de Pequeno Porte. Ele permite o recolhimento de vários tributos Federais, Estaduais e Municipais em uma única guia.

Em 2018, começaram a valer novos tetos de receita bruta para enquadramento no regime, que é de R$ 4,8 milhões. Para os Microempreendedores individuais (MEIs) o limite anual de faturamento é de R$ 81 mil, permanecendo os mesmos valores para o ano de 2019.

Se você deseja organizar suas obrigações tributárias e ficar em dia com o Fisco, fique atento, prepare-se para 2019. Sempre é de fundamental importância ser acompanhado e orientado por uma boa assessoria contábil.

Muitas Dúvidas

O Simples Nacional é uma forma simplificada de tributação que visa ajudar e agilizar a cobrança de impostos de microempresas e empresas de pequeno porte, apesar de não ser tão Simples assim.

Uma das coisas que mais amedrontam o empreendedor ao abrir um negócio é a burocracia envolvida no processo. O regime de tributação, os impostos a serem pagos, o que preciso para abrir, o que pode e o que não pode para o seu negócio, dúvidas que serão resolvidas pelo seu contador.

Como Funciona?

As empresas enquadradas no Simples Nacional recolherão seus impostos mediante a uma classificação e enquadramento em anexos por atividade e faixas de faturamento acumulado. São 05 anexos divididos por atividade exercida pela empresa, esses anexos podem ser encontrados na página da Receita Federal.

Embora o Simples Nacional seja a opção da maioria das pequenas empresas, nem sempre é a opção mais econômica. Há diferenças de empresa para empresa. O número de colaboradores, a atividade exercida, a projeção de faturamento, por exemplo, poderão definir a opção pelo regime e, pode acontecer que o Simples Nacional não seja a mais vantajosa.

Consulte Sempre seu Contador

Também é importante saber que no Simples Nacional não há direito ao crédito fiscal de IPI e ICMS, como ocorre em outros regimes tributários. Esse ponto pode ser um grande obstáculo para negociar com empresas maiores, que buscam justamente esse benefício para abatimento de seus impostos.

Devido à grande variedade de atividades e algumas formas de tributação, é de fundamental importância você buscar uma análise específica, o que significa, consultar sempre o seu contador.

Esse profissional te ajudará não apenas a organizar adequadamente sua gestão fiscal e tributária, mas também te ajudará a planejar o crescimento e as finanças do seu negócio.

E, para tornar essa travessia mais tranquila, vale lembrar:

A OSA Contabilidade está pronta para lhe dar o melhor suporte contábil, com processos automatizados e conectados às diferentes áreas da sua empresa.

Venha nos conhecer e fazer parte do nosso time vencedor.

4 Dicas para Cortar Custos da sua Empresa

4 Dicas para Cortar Custos da sua Empresa

Seja Eficiente no Corte de Custo da sua Empresa

Além de aumentar seus lucros, toda empresa precisa aprender a cortar gastos para não comprometer seu fluxo de caixa e seu capital de giro. Na teoria é tudo muito simples e na prática? Sabe aquele dinheiro que você pega na gaveta da empresa na sexta para tomar uma cervejinha? Ai pode estar o furo.

Hoje muitos empresários não sabem quanto gastam na pessoa física e por não ter um pró-labore definido, as retiradas podem influenciar diretamente no fluxo de caixa da empresa.

Leia aqui algumas dicas para controlar melhor a gestão financeira de sua empresa.

1. Pratique a gestão Financeira

Seja fiel ao controle de entradas e saídas da empresa, não adianta você retirar dinheiro e não computar, você estará “burlando” a si mesmo. Tenha um controle em softwares ou planilhas. Crie um plano de contas e separe por centro de custos, assim você começa a enxergar onde o dinheiro que sua empresa fatura está indo.

2. Cultura de Redução de Custo

Custo é igual unha, tem que cortar sempre (Beto Sicupira). Independente do tamanho da sua empresa, é imprescindível implantar a cultura de redução de custos. Desde que não afete a qualidade do seu serviço ou seu produto final, todas as despesas da empresa devem ser revisadas.

3. Entenda o que é Custo Fixo e Variável

O primeiro passo é identificar todos os gastos de um determinado período de tempo na empresa. O custo fixo trata-se de gastos mensais, como: aluguel, telefone, internet, etc. O custo variável está atrelado a produção e vendas, quanto maiores a produção e vendas, maiores são os custos.

4. Atente-se ao Custo Invisível

Você não verá em relatórios financeiros, no entanto, eles podem ir matando sua empresa aos poucos. Os custos invisíveis podem estar ligados até em seus próprios hábitos. Os principais vilões são, má contratação, departamento mal organizado e o principal nos dia de hoje, a falta de inovação a tecnologia.