Qual a Melhor Opção, MEI ou Simples Nacional?

Qual a Melhor Opção, MEI ou Simples Nacional?

Qual a Melhor Opção, MEI ou Simples Nacional?

Qual a melhor opção, MEI ou Simples Nacional?

Empreendedores no Brasil quando abre um pequeno negócio podem optar, dependendo da atividade, pelo Simples Nacional ou pelo MEI, mas qual é o melhor?

Apesar das duas modalidades serem simplificadas, em tese mas não na prática, em relação a outros regimes (Lucro Real ou Presumido) e, de certa forma beneficiarem os empresários, essas modalidades possuem algumas distinções importantes e que fazem toda a diferença para o empreendedor.

Como funciona ser optante pelo Simples Nacional?

Micro e Pequenas Empresas com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões ao ano podem escolher pelo sistema simplificado, que impõe as seguintes obrigações:

– Envio anual da Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais (DEFIS);

– Apuração e pagamento mensal da guia única de impostos unificados (DAS);

– Recolhimento do Diferencial da Alíquota do ICMS (DIFALI).

Em relação à carga tributária, os impostos unificados na guia mensal do DAS são:

IRPJ;

CSLL;

PIS;

COFINS;

IPI (apenas de indústrias);

ISS (apenas empresas prestadoras de serviços);

ICMS (aplica-se sobre indústrias, comércios e prestadores de alguns serviços específicos);

CPP.

Todas essas siglas são separadas em anexos, que apontam as alíquotas para cada atividade permitida pelo Simples Nacional. Entre máximos e mínimos que de Simples pouco ou quase nada tem.

E o MEI, como funciona?

O Microempreendedor Individual não pode exceder o faturamento de R$ 81 mil ao ano, só pode ter 01 funcionário no regime de CLT, sua contribuição para o INSS é somente sobre 01 Salário mínimo e, o empreendedor MEI não pode ter sócios.

Quanto às obrigações, existem algumas semelhanças ao regime anterior, sendo uma declaração anual e uma guia mensal de impostos.

Quanto aos impostos, são os seguintes:

ICMS (para comércios e indústrias);

ISS (para Prestadores de Serviços);

Contribuição previdenciária pessoal para todos os empreendedores.

Mensalmente os MEIs possuem os seguintes valores a serem pagos:

R$ 48,70 (para comércios e indústrias);

R$ 52,70 (para prestadores de serviços);

R$ 53,70 (para MEIs prestadores de serviços e, ao mesmo tempo, comerciantes e/ou industriais).

Temos que observar e chamar a sua atenção que agora em 2019 algumas atividades foram impedidas de optar pelo regime de Microempreendedor Individual pela receita Federal do Brasil, portanto fique atento e procure sempre o seu contador.

 

Então, devo escolher MEI ou Simples Nacional?

Caso você atenda às especificidades que acabamos de citar acerca dos dois regimes, talvez seja melhor escolher o MEI para pagar menos impostos e ter menos burocracia empresarial com a qual se preocupar.

Depois, com o tempo, se o negócio crescer e o faturamento superar o limite citado, ou ainda, mais funcionários serem necessários, é possível passar a empresa de MEI para Simples (ME).

Neste caso, sua organização contábil fará todos os procedimentos necessários para esse ajuste.

Porém, se você já contar com um sócio e/ou a provisão de faturamento superar os R$ 81 mil ao ano, ou ainda manter equipe de mais de um colaborador, terá entrar no Simples diretamente, caso esse for o regime mais adequado para o seu negócio.

Portanto antes de tomar uma decisão efetivamente, procure sempre uma organização contábil para auxiliá-lo na escolha.

Parece fácil, mas acredite não é. Os dois regimes têm benefícios, mas também tem seus malefícios que poderão ser amargos no futuro. Lembre-se que você esta cuidando do sucesso ou fracasso do seu negócio.

A OSA Contabilidade tem um time preparado e treinado para te atender, dando o melhor suporte e te orientando para o sucesso do seu negócio. Além de ajudar no pontapé inicial, nós também seremos muito úteis no planejamento tributário e financeiro para sua empresa e também nos fatores burocráticos que influenciará seu crescimento ou não.

Como Organizar sua Gestão Financeira

Como Organizar sua Gestão Financeira

Como Organizar sua Gestão Financeira

Gestão Financeira e as Noites Sem Sono

Você que é empresário, micro, pequeno, médio ou grande, não importa seu tamanho, aposto que até já se acostumou a perder noites de sono pensando nos boletos que estão para vencer, ou qual valor que ainda tem a receber para cobrir as despesas, acertei?

Isso pode ser resultado de uma má ou até a falta de uma gestão financeira.

A maioria de nós deve conhecer ao menos um exemplo de uma empresa que era bem sucedida, famosa em sua região, muito lucrativa e respeitada, mas que de uma hora para outra foi perdendo força ou até mesmo sumiu, fechou as portas do dia para a noite.

Esses casos são mais comuns do que imaginamos, infelizmente.

Existem muitos fatores que podem levar a uma situação tão extrema quanto essa, mas um deles, pode ser o mesmo que faz com que você perca o sono toda noite para não deixar sua empresa no “vermelho” no fim do mês.

A falta de uma boa gestão financeira. Essa gestão não é só separar as contas, ver quanto de dinheiro entrou e então pagar as contas, esse tipo de pensamento simplório é o que pode ter levado a falência de algumas empresas.

Conheça a Si Mesmo

Vamos ser bem diretos, suas dores de cabeça podem estar acontecendo por um simples motivo, você não se conhece tão bem. Ou melhor, você não conhece sua empresa tão bem quanto pensa.

Conhecer a empresa, falando em financeiro, significa saber de forma clara e objetiva onde estão todos os seus investimentos, custos e lucros. Onde você gasta mais, onde seu lucro reduz e quanto você tem a receber por dia.

Detalhamento é a alma da gestão financeira de sucesso. Porém ele só é útil com acompanhamento constante, para que decisões sejam tomadas de forma rápida e eficientes.

Não Procure Problemas, Resolva-os!

A função de um dono, gerente ou responsável por uma empresa, independente de seu tamanho, não deve ser procurar os problemas, passar dias fazendo contas tentando entender onde está o “furo”, onde está o dinheiro que não fecha as contas no fim do mês.

A real função deve ser estudar as informações, estudar estratégias e resolver os problemas. Para isso o nível de conhecimento da empresa, deve estar a sua disposição de forma rápida e fácil.

É ai que entra a Gestão Financeira.

Não é o Mesmo que Contabilidade, Mas…

Gestão financeira e Contabilidade não são a mesma coisa, porém uma depende da outra e uma facilita a outra, caso estejam bem alinhadas. Em um resumo breve, a Gestão Financeira cuidaria dos valores movimentados mensalmente, fluxo de caixa, entrada e saída, contas a pagar e a receber.

Já a Contabilidade, utiliza do resumo final dessas informação para definir os balanços da empresa, se ela cresceu ou diminui seu patrimônio, quanto ela produziu e quanto arrecadou. E o governo fica de olho nessa parte, por isso deve ser muito bem alinhado.

Não Perca Mais o Sono

Esse texto não tem intenção de te assustar ou te preocupar ainda mais, porque nós da OSA Contabilidade nos preocupamos em facilitar e solucionar os problemas de nossos clientes.

Por isso, fechamos uma parceria com a FATORIZZE ASSESSORIA FINANCEIRA, uma empresa com os mesmos ideais de excelência que nós, que prestará esse serviço em alinhamento com a OSA Contabilidade.

Facilidade e praticidade, geram informações precisas e assertivas. Entre em contato e saiba mais sobre a parceria OSA Contabilidade e Fatorizze.

4 Dicas para Cortar Custos da sua Empresa

4 Dicas para Cortar Custos da sua Empresa

4 Dicas para Cortar Custos da sua Empresa

Seja Eficiente no Corte de Custo da sua Empresa

Além de aumentar seus lucros, toda empresa precisa aprender a cortar gastos para não comprometer seu fluxo de caixa e seu capital de giro. Na teoria é tudo muito simples e na prática? Sabe aquele dinheiro que você pega na gaveta da empresa na sexta para tomar uma cervejinha? Ai pode estar o furo.

Hoje muitos empresários não sabem quanto gastam na pessoa física e por não ter um pró-labore definido, as retiradas podem influenciar diretamente no fluxo de caixa da empresa.

Leia aqui algumas dicas para controlar melhor a gestão financeira de sua empresa.

1. Pratique a gestão Financeira

Seja fiel ao controle de entradas e saídas da empresa, não adianta você retirar dinheiro e não computar, você estará “burlando” a si mesmo. Tenha um controle em softwares ou planilhas. Crie um plano de contas e separe por centro de custos, assim você começa a enxergar onde o dinheiro que sua empresa fatura está indo.

2. Cultura de Redução de Custo

Custo é igual unha, tem que cortar sempre (Beto Sicupira). Independente do tamanho da sua empresa, é imprescindível implantar a cultura de redução de custos. Desde que não afete a qualidade do seu serviço ou seu produto final, todas as despesas da empresa devem ser revisadas.

3. Entenda o que é Custo Fixo e Variável

O primeiro passo é identificar todos os gastos de um determinado período de tempo na empresa. O custo fixo trata-se de gastos mensais, como: aluguel, telefone, internet, etc. O custo variável está atrelado a produção e vendas, quanto maiores a produção e vendas, maiores são os custos.

4. Atente-se ao Custo Invisível

Você não verá em relatórios financeiros, no entanto, eles podem ir matando sua empresa aos poucos. Os custos invisíveis podem estar ligados até em seus próprios hábitos. Os principais vilões são, má contratação, departamento mal organizado e o principal nos dia de hoje, a falta de inovação a tecnologia.

OSA – Uma Nova Contabilidade

OSA – Uma Nova Contabilidade

OSA – Uma Nova Contabilidade

Todos nós sabemos que o mundo passa por mudanças constantes, em todos os setores do trabalho e das nossas vidas. Por isso, na contabilidade não é diferente e agora apresentamos para você um novo conceito de contabilidade.

Unindo Experiência e Inovação

Escritórios de contabilidade normalmente carregam a fama de serem rígidos, complexos e até mesmo burocráticos demais.

De certa forma, isso é um mal necessário, pois nosso trabalho é altamente detalhista e importante. Fazemos isso com muito carinho há muitos anos.

Mas todos esses anos a nossa maior preocupação sempre foi uma só: Nossos clientes.

Foi pensando em cada um de vocês que fazem parte das nossas vidas e todos aqueles que ainda farão, que tomamos uma decisão, inovar.

Os desafios foram inovar mas sem perder a alta qualidade que sempre foi nossa marca registrada.

Uma Contabilidade Feita para Você

Por isso surgiu esta nova fase da OSA Contabilidade, uma fase onde nossos clientes poderão cada vez mais se tranquilizarem a respeito de todos os processos “burocráticos” da sua empresa.

Constantemente vemos o mundo cada vez mais digital, e dentro dessa digitalização sentimos a necessidade de passar mais informações, de forma clara e fácil para a compreensão de todos.

Iniciamos então por um novo site.

Aqui estaremos sempre conectados com nossos clientes e todos aqueles que queiram entender um pouco mais sobre como a contabilidade existe para facilitar a vida das empresas.

Mais do que um Site

O design do nosso site foi todo pensado em você, em como você pode encontrar nossos serviços e nossas notícias.

Com apenas um clique você pode entender as nossas vantagens, como abrir uma empresa ou transferir sua empresa para a OSA Contabilidade. Além é claro de poder acompanhar nossos artigos no nosso blog, artigos esses que possuem como objetivo, informar você que não é especialista na área, afinal, você busca um solução e nós buscamos oferecer essa solução.

Novos Diferenciais

A OSA Contabilidade constantemente busca auxiliar e facilitar a vida de empresários, por isso parcerias estão sendo realizadas para que os seus problemas, sejam eles de mais variadas áreas, sejam solucionados pela  nossa empresa.

A primeira grande novidade é o serviço de Recrutamento Online, onde oferecemos uma parceria junto a uma psicóloga, que fará a prospecção de candidatos e as entrevistas, buscando o melhor profissional para a sua empresa, no mundo de hoje onde cada vez mais esse processo toma tempo e dedicação das empresas.

E por falar em tempo, você já percebeu quanto tempo você “perde” se preocupando em organizar a saúde financeira de sua empresa? Quantas noites mal dormidas para tentar buscar informações que sejam relevantes para as suas decisões?

Pois é por isso que temos a segunda novidade, uma parceria com uma empresa especializada em Gestão Financeira, a Fatorizze, onde além de cuidarmos de todo o seu controle de contas e agendamentos de recebimentos, faremos relatórios e auxiliaremos nas melhores tomadas de decisões baseadas em números.

Mais do que um Contabilidade

Portanto, mais do que apurar impostos e salários, a OSA Contabilidade possuí um novo propósito: facilitar a vida de cada um de seus parceiros, seja ganhando tempo, enxergando oportunidades ou economizando.

Temos muitos outros serviços que você irá gostar, portanto, vamos conversar? Entre em contato e saiba mais.