5 Dicas para Organizar os Documentos em sua Empresa

5 Dicas para Organizar os Documentos em sua Empresa

No início parece um assunto pouco importante, afinal qual a importância de uma boa gestão de documentos?

Pense com a gente, quanto mais a sua empresa cresce, aumentam o numero de contratos, de notas, de documentos importantes… pois é, uma hora pode se tornar uma dor de cabeça.

Vamos as dicas :

1. Busque Inovações

Pode parecer meio clichê, ou até bobo dizer isso, porém antes de qualquer serviço ou equipamento que seu empresa queira adquirir para resolver essa questão, a empresa deve partir do princípio de entender essa necessidade e buscar constantemente adaptação.

Afinal, a solução encontrada hoje, pode não servir para o próximo semestre, por isso a inovação e adaptação devem ser constantes.

Caso pense que seja desnecessário gerenciar corretamente seus documentos, ou que vai encontrar uma solução definitiva para isso. É melhor nem continuar para os próximos passos.

2. Digitalização dos Documentos

Tudo começa pela utilização da tecnologia no dia a dia, quanto menos documentos existentes somente no físico, menor as chances de se perderem para sempre.

Portanto comece por digitalizar todos os documentos da sua empresa, de forma simples ou contratando uma empresa para gerenciar essa armazenagem.

Dessa forma, todos os documentos terão um “backup” e poderão ser encontrados ou recuperados, com facilidade.

3. Armazenamento em Nuvem

Pois é, nem mesmo o digital é 100% garantido, por isso aposte em armazenamentos digitais em nuvem.

Muitos podem não tanta familiaridade com esse serviço, porém, a segurança e confiabilidade das “cloud’s” hoje em dia são gigantes.

O serviço se baseia basicamente em armazenar todos os seus arquivos digitais, em um lugar fora do seu computador. Esse lugar seria a nuvem de informações, gerenciadas por empresas com potentes computadores e grandes redes de segurança online.

Com seus documentos online, além de segurança e mais espaço, você também pode acessá-los em qualquer lugar, sendo no computador, notebook ou celular.

4. Assinatura Digital

Assinatura digital é legalmente aceita no Brasil desde 2001, ela é prática e simples, além de evitar acúmulo de papéis também agiliza o processo, pois evita a necessidade de envio de documentos físicos por correios ou outros meios.

Essa ferramenta funciona mais ou menos como os termos de “Li e Concordo”, utilizados por aplicativos mobiles, ao selecionar aquela opção você está “assinando” o equivalente ao contrato com o aplicativo.

Portanto as assinaturas digitais tanto tem validade jurídica, como por isso são utilizadas por gigantes da tecnologia.

5. Fluxo de Trabalho

Mindset de Inovação implantado, documentos digitalizados, armazenamento em cloud’s e assinaturas digitais em funcionamento, o que falta agora?

Falta manter e fazer com que todo esse investimento e mudança continue sendo efetivo, seja de fato prático e útil.

Essas dicas que listamos mudarão completamente o fluxo e organização do ambiente de trabalho, para melhor.

Porém é necessário reorganizar as funções para que nada seja deixado de lado ou esquecido, para que tudo se torne mais fácil e rápido. É necessária muita atenção, pois documentos digitais requerem maiores cuidados de segurança.

Por exemplo, se você é responsável por digitalizar e enviar os documentos para a nuvem, não pode navegar ou instalar algo neste computador, que não seja de fonte confiável.

Proteção contra malwares sempre deve estar em primeiro lugar, mantenha antivírus e softwares atualizados.

Podemos te Auxiliar com essa Nova Etapa

A OSA Contabilidade oferece soluções para o dia a dia da sua empresa, até mesmo fora da área contábil.

Nossa parceria com a Fatorizze Gestão Financeira, possibilita ofertarmos o serviço de Gestão Documental para a sua empresa.

Entre em contato conosco, pois garantimos, a OSA Contabilidade tem a solução para o dia a dia da sua empresa!

Como se Adaptar ao E-Social: 6 Documentos que sua Empresa vai Precisar

Como se Adaptar ao E-Social: 6 Documentos que sua Empresa vai Precisar

O E- Social já é uma realidade, porém é fácil encontrar muita gente com dúvidas, como por exemplo, quais documentos de Saúde e Segurança do Trabalho a empresa precisa ter, para se adaptar ao E-Social?

Neste artigo responderemos essa questão, com os seis documentos que sua empresa precisa e quem pode emiti-los.

1. PPRA – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais

Este documento é responsável por identificar os riscos ambientais, nos mais diversos setores da empresa.

Este documento terá sua emissão e acompanhamento realizada pelo SESMT – Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho, porém pode ser emitido por pessoa ou equipe capacitada contratada pela empresa.

Lembra-se que ao contratar um serviço terceirizado ou interno para esta função, recomenda-se profissional da área, como um Técnico ou Engenheiro de Segurança do Trabalho.

2. PCMSO – Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional

Após o PPRA pronto, chega a vez do Médico do Trabalho elaborar o PCMSO, identificando quais os exames médicos devem ser realizados pelos funcionários da empresa.

O médico pode ser terceirizado ou contratado internamente, de acordo com a necessidade de cada empresa.

3. LTCAT – Laudo Técnico das Condições Ambientais do Trabalho

Exigido pelo INSS, este laudo tem como função a comprovação de exposição ou não a agentes ambientais nocivos à saúde e/ou integridade física do trabalhador.

Ele deve ser emitido por um Engenheiro de Segurança do Trabalho ou Médico do Trabalho.

4. AET – Análise Ergonômica do Trabalho

Este laudo irá apresentar as condições e adequações a serem corrigidas, para a melhor ergonomia do trabalhador, questões posturais devem sempre serem acompanhadas por profissionais capacitados.

Neste caso, não temos um profissional designado especificamente para a emissão, porém ele deve comprovar conhecimento em ergonomia, podendo ser por exemplo um Fisioterapeuta com capacitação em ergonomia.

5. Laudo de Insalubridade

Caracteriza os riscos de exposição dos trabalhadores a danos físicos, químicos ou biológicos. Emitido por Médico do Trabalho ou Engenheiro de Segurança do Trabalho.

6. Laudo de Periculosidade

Emitido por um Engenheiro de Segurança do Trabalho ou Médico do Trabalho, avalia os agentes que possam por em risco a vida do trabalhador.

Cuidado com os prazos

Podemos notar que esses 6 documentos citados, não fazem parte do nosso dia a dia, são laudos que tem sua validade estendida ou até mesmo indeterminada.

Somente o PPRA e o PCMSO tem seu prazo de validade determinado em 01 ano, necessitando ser reelaborado ou revalidado ao fim deste período .

Para os demais laudos, os prazos de validade são indeterminados, apenas serão refeitos caso aconteça alguma alteração na empresa, como no layout ou ambiente de trabalho. Porém,  recomenda-se renová-los anualmente.

É necessário se adequar ao E-Social

Note que até mesmo laudos que não necessitam de renovação constante, deverão estar em dia para o E-Social.

Portanto, é necessário que se tenha um “raio-x” completo da situação da sua empresa, o mais rápido possível, em todos os setores e documentos necessários.

A OSA Contabilidade, conta com um time especializado e preparado para fornecer as melhores soluções para o dia a dia da sua empresa.

Se você ainda não é assessorado por nós, entre em contato, estamos prontos para ajudar a sua empresa.