Startup: O que é Isso?

Startup: O que é Isso?

Startup: O que é Isso?

As mudanças que o mundo sofreu nos últimos tempos, foram mais do que apenas tecnológicas, elas entraram até mesmo nas nomenclaturas e termos utilizados no mundo empresarial.

Afinal, quem aqui no início dos anos 2000 tinha como meta abrir um Startup?

Esse termo era pouco conhecido e quando utilizado, se fazia ligado a empresas de Internet. Mas não só o termo Startup caiu no gosto dos brasileiros, outros muitos são tão comuns hoje em dia, mas muitas vezes não sabemos bem o seu significado.

 

 O que é Startup?

Existe muita discussão sobre a definição exata do termo, por ser muito amplo e cada dia surgirem novos exemplos, ele tende a não ser algo “encaixotado”, com definição e regra bem clara e rígida.

Porém elas devem seguir alguns conceitos básicos para serem consideradas Startup’s ou apenas empresas iniciantes.

Ela deve ser uma empresa jovem (criada a pouco tempo) com um modelo de negócio escalável e repetível, disruptiva e que busque soluções inovadoras.

Ao ser baseada em um Modelo de Negócios (diferente do Plano de Negócios), a empresa se baseia não apenas em metas e estratégias financeiras, mas também em Solucionar Dores, isso mesmo, o Valor da empresa será diretamente ligado a eficiência da solução de um problema que a empresa apresenta. E claro, visando o lucro sempre.

Exemplo de Sucesso

Vamos ao exemplo da Nubank, a startup financeira (FinTech) brasileira mais valiosa atualmente, cerca de US$ 10 Bilhões em valor de mercado.

Seu alto valor veio do alto nível de satisfação na solução de um problema clássico, a burocracia bancária.

Ao apresentar um banco digital, onde todos os serviços são facilitados e agilizados, com segurança e confiança de um banco comum, porém sem altas taxas e longas filas, a Startup decolou e vai voar muito mais alto ainda.

Pois ela apresenta outro conceito para ser uma Startup, ser Escalável e Repetível, isso significa que o seu produto/serviço, pode ser replicado sem aumento de custos incidentes.

Imagine o seguinte, para a Nubank oferecer a solução financeira para 1.000 pessoas ou para 50.000 pessoas, seus custos diretos não são influenciados, porém se uma empresa de cadeiras produz 1.000 e 50.000 seus custos aumentam junto, pois ela necessita do material físico.

Outro fator importante para ser uma Startup é a Disrupção, que significa quebrar barreiras e inovar serviços ou produtos.

Como exemplos de disrupção podemos o citar Instagram, que desbancou gigantes do mundo da fotografia, retirando das pessoas a necessidade de revelar suas fotos e entregando algo mais rápido, prático e inovador.

Existem vários tipos de Startups, não somente Online (apesar de ser mais comum, pelo fato da Escalabilidade), e o mais importante é não burocratizar termos ou preencher colunas para ser ou não um Startup, o mais importante é produzir, movimentar a economia, gerar valor e prover soluções a sociedade.

Startup ou não, a Contabilidade é essencial

Seja você o “Joaquim do Cachorro Quente” ou o Facebook, ambos precisam prestar contas com o governo, pagar seus impostos e controlar sua vida fiscal e financeira.

Portanto o papel do contador é de grande importância independente do segmento da empresa.

Lembrando que o contador não só apura impostos, mas também ajuda a estruturar a vida financeira da sua empresa, auxilia a tomadas de decisões, ele se torna peça chave, indispensável para todos.

Nós da OSA Contabilidade temos um time preparado para atender a sua empresa, seja ela Pequena, Média, Grande, Startup ou não, aqui você encontra a solução para o dia a dia da sua empresa.

Antecipação de Recebíveis: Alternativa ou Armadilha?

Antecipação de Recebíveis: Alternativa ou Armadilha?

Antecipação de Recebíveis: Alternativa ou Armadilha?

Quem empreende sabe como são verdades as frases, “matar um leão por dia” e “consertar avião durante o vôo” , pois é exatamente assim que acontece o dia a dia em uma empresa.

E muitas vezes não conseguimos encontrar uma solução, a não ser recorrer a negociações e alternativas financeiras.

Mas isso é bom? Sim e não.

Antes vamos entender quando essas negociações são uma alternativa.

Toda empresa, principalmente em seu começo, sabe como é difícil ganhar mercado e enfrentar uma baixa de vendas, pois para vender mais você acaba tendo que abrir maiores facilidades de aquisição (parcelamentos por exemplo), porém isso faz com que o seu fluxo mensal seja dividido em pequenas parcelas.

Por um lado isso é bom, pois garante por um período maior, a certeza de entrada de dinheiro.

Porém, reduz o seu capital atual, o que na baixa de vendas e na hora de pagar as contas, pode ser um problema enorme.

Uma Alternativa

A alternativa mais comum é a Antecipação de Recebíveis, pois ela constitui em adiantar esses valores parcelados, para serem recebidos todos de uma vez, aumentando assim seu caixa ainda dentro do mês.

Mas lembre-se, não existe almoço de graça.

Essa operação tem um custo, uma porcentagem a ser descontada pela instituição financeira em cima do valor total original.

Imagine a seguinte operação:

Uma venda de R$ 1.000,00 foi parcelada em 10 vezes, ou seja, dentro dos próximos 12 meses você receberá cerca de R$ 83,00 todo mês.

Porém, esse valor não é suficiente e você precisa antecipar esse recebimento.

Ok, o Banco aceitou e irá te adiantar sobre uma taxa em torno de 1,60% ao mês, isso significa que você receberá R$ 820,00 aproximadamente, ao invés dos R$ 1.000,00.

Mas Afinal, Fazer Isso é Bom?

Para responder se é bom ou não, devemos perguntar outra coisa, você realizou um estudo e planejamento para essa operação?

Deve-se estudar muito bem antes de solicitar qualquer tipo de operação financeira, pois você pode estar “tampando o sol com a peneira”.

Estude bem quais tipos de adiantamento são interessantes para você, pois podem ser vendas em cartão, cheque, duplicatas, pois isso além de modificar as taxas cobradas, também podem solucionar algum problema de inadimplência.

A antecipação pode ser sim uma ótima a solução, caso tudo esteja planejado e bem estruturado, caso você planeje ele como um “Crédito Próprio”.

Um valor em empréstimo, porém, um valor que já é seu, você apenas está pagando uma taxa pelo tempo.

Muito Cuidado, Menos Emoção e Mais Razão

A lógica por trás de qualquer tomada de decisão de um empresário, deve ser a razão, nunca ser tomada puramente pela emoção (ou desespero).

O que irá diferenciar um empresário de sucesso, de mais uma das tantas empresas que fecham as portas e procuram culpados, é a tomada de decisão mais correta.

Não é errado fazer empréstimos para sua empresa sobreviver, não é errado antecipar recebíveis para ganhar fôlego.

Errado é fazer isso tudo sem pensar e assumir os riscos.

Contra números não há argumentos, não vá contra os números, trabalhe para melhorá-los.

Essas decisões podem ser muito difíceis de se tomar sozinho, afinal, nem sempre contemos todas as alternativas possíveis e acabamos nos prendendo em alguma ruim, pensando ser a única saída.

Por isso é importante o auxílio e parceria de equipes que irão ajudar nessas horas, como o nosso time da OSA Contabilidade, que está sempre atualizado e pronto para encontrar uma solução para o dia a dia da sua empresa.

Entre em contato e saiba como podemos ajudar a sua empresa a ser ainda melhor.

O Papel do Contador na Abertura de uma Empresa

O Papel do Contador na Abertura de uma Empresa

O Papel do Contador na Abertura de uma Empresa

Assim como muitos brasileiros, você resolveu que estava na hora de mudar de vida, deixar o emprego atual e investir no seu próprio negócio!

Maravilha, uma nova fase começa, você já tem o produto ou serviço, seu público alvo, logotipo, rede social para vendas, é só começar, certo? Espera, você já abriu a sua empresa? Sabe como fazer? Então você precisa conversar com um contador .

A orientação de um contador nesse momento é crucial, não somente para a abertura, mas também para o enquadramento adequado de acordo com a sua previsão de lucro. Complicado?

Nem tanto. Basta imaginar que você pensa em crescer a sua empresa, desde número de funcionários a faturamento em si. Saiba que todos esses (e muitos outros) influenciam em qual enquadramento fiscal você deve estar ou deve migrar no tempo certo.

De Olho no Futuro

A importância de se ter um contador desde o princípio na sua empresa, está ligado também ao controle fiscal e financeiro da mesma.

Lembre-se de que existem impostos em diferentes datas, mensais e trimestrais, que devem ser considerados da melhor maneira em seu fluxo de caixa.

Mudanças fiscais e tributárias ocorrem o tempo todo, se não ficar atento, pode acabar com problemas futuros que nem imaginava existirem.

Ao contrário do que muitos pensam, os contadores não apuram somente impostos e pronto.

Um contador também pode trazer ferramentas de controle para a sua empresa, gestão de custos, análise patrimonial, controle financeiro e muito mais.

O seu “Braço Direito”

Nossa dica é que você não busque o contador para apenas solucionar um problema, “Abrir a empresa e só”, busque nele um parceiro de negócios, que irá acompanhar você na sua nova jornada no empreendedorismo.

Um contador deve ser um conselheiro para a sua empresa, um guardião dos seus interesses, pois ele é quem irá atentar você a futuros problemas, orientar as melhores decisões a serem tomadas hoje de olho no futuro da empresa e sempre vigiar a sua empresa de novidades para que não seja pego de surpresa.

Nós da OSA Contabilidade, não temos clientes, temos parceiros, que estão junto conosco em uma jornada, onde todos crescem e juntos chegamos mais longe.

Por isso a OSA Contabilidade, pensa em cada situação que uma empresa enfrenta e busca as melhores ferramentas para solucionar, pois nós temos a solução para o dia a dia da sua empresa.

Quer Começar uma Empresa? Comece pelo seu MVP

Quer Começar uma Empresa? Comece pelo seu MVP

Quer Começar uma Empresa? Comece pelo seu MVP

Seja Eficiente no Corte de Custo da sua Empresa

Se você pretende abrir seu próprio negócio, você precisa estudar muito bem todas as situações.

Dessa forma nessa etapa uma ferramenta de gestão chamada MVP (Minimum Viable Product, ou, em português, Produto Minimamente Viável).

Sem entrar em detalhes muito técnicos, queremos aqui apresentar o MVP para quem ainda não está familiarizado com o termo.

O que é um MVP?

Quando queremos empreender, muitas vezes ficamos tão apaixonados pela nossa idéia que queremos faze-la nascer o mais rápido possível.

Porém, muitas vezes esquecemos de seguir os passos e respeitar as etapas.

O MVP segue os conceitos da mentalidade de Startup Enxuta (Livro homônimo de Eric Reis, recomendamos a leitura), onde o produto deve ser testado em mercado real, antes da empresa se lançar de fato.

Vamos Pensar na Prática:

Você é um cozinheiro de mão cheia, seus amigos adoram sua comida, principalmente seu hambúrguer.

Você sendo um apaixonado pelo que faz e não aguentando mais seu chefe no emprego atual, resolve que vai investir no seu próprio negócio e abrir uma hamburgueria.

Primeiro passo: Você pede demissão e foca no seu negócio… ERRADO!

A primeira coisa a se fazer, deve ser elaborar as receitas que serão seu inicio, não diversifique muito aqui, em torno de 03 serão suficientes. Faça o levantamento de todos os ingredientes e quais os custos de cada hambúrguer.

Para testar o seu público, seu sabor e seu preço, você pode começar com seus amigos, mas deve partir para venda aberta. Para pessoas que não te conhecem.

Por exemplo, comece vendendo apenas de fim de semana a noite em seu prédio ou bairro, cozinhando na sua casa mesmo, em um sistema de delivery.

Durante o período de teste, busque incrementar diferenciais, como embalagens, acompanhamentos, assim você terá uma idéia mais refinada de qual produto seu tem maior aceitação, qual o preço médio é necessário para ser aceito no mercado que você atingirá de início.

Com todos os custos na mão, pronto! Você tem o seu MVP validado, ou invalidado, após esse período você pode ter uma idéia se ele é minimamente viável ou se a idéia deve passar por melhorias.

Afinal, todos querem lucrar, apenas gostar do que faz não é suficiente. Por isso, antes de arriscar todas as suas economias, teste seu produto, aperfeiçoe ele e ai sim se lance ao mercado.

E após o MVP?

Bom agora, você já sabe que testar o seu produto no mercado é uma forma interessante de validar o seu negócio, sem gastar rios de dinheiro. Devemos ir ao passo seguinte, o Plano de Negócio.

Aqui você irá levantar todos os custos necessários, todo o fluxo de caixa necessário, preço de venda e investimento.

Lembre-se o que é muito importante, agora não será mais um MVP, agora é para valer, portanto tudo deve ser muito bem avaliado e planejado.

Para isso você pode procurar ajuda de profissionais, como o SEBRAE e para outros serviços como ajuda financeira e contábil, pode contar com a Fatorizze Gestão Financeira e OSA Contabilidade, nós estamos preparados para orientar você a levar o sonhos de ter a sua empresa a se tornar realidade. Nós temos a solução para o dia a dia da sua empresa.

O Fator Definitivo para Organizar o Financeiro da sua Empresa

O Fator Definitivo para Organizar o Financeiro da sua Empresa

O Fator Definitivo para Organizar o Financeiro da sua Empresa

Todo empreendedor sabe a dor de cabeça que é cuidar das finanças do seu negócio, o financeiro é o coração da empresa, se ele falhar todo o organismo falha junto.

E organizar esse setor requer tempo e dedicação, além de conhecimento. Por isso uma empresa especializada no setor, surge como o fator definitivo para organiza o financeiro da sua empresa.

Essa é a Fatorizze, uma empresa foca em gestão financeira e mais do que isso, focada em otimizar seu tempo.

Ferramentas, Métodos e APP’s

Com o avanço da tecnologia, todo dia surgem novas ferramentas para gestão financeira empresarial, com promessa de facilitar o dia a dia e praticamente automatizar o processo, acabamos por testar e apostar em algumas delas.

Porém, para que servem as ferramentas sem o tempo necessário para usá-las?

Como todos nós sabemos, um grande problema não está no método utilizado, mas sim no tempo gasto com a identificação e inspeção dos detalhes.

Por exemplo: de nada adianta um aplicativo super moderno, que gera todos os relatórios necessários, se os dados não forem inseridos corretamente nele, ou pior, os relatórios não forem utilizados estrategicamente.

Muito mais do que uma Ferramenta

A Fatorizze oferece ao seu cliente a melhoria do bem mais precioso, o Tempo.

Através da equipe Fatorizze, todo o setor financeiro da sua empresa será gerenciado, até mesmo à distância, e os relatórios chegarão a sua mesa prontos para a análise.

Contas as pagar, Contas a receber, Salários, Fluxo de Caixa, Impostos, Recursos Humanos, tudo relacionado ao financeiro da sua empresa será gerenciado pela equipe.

E o melhor de tudo, feito por pessoas capacitadas.

Ao invés de apenas automatizar o processo, a Fatorizze oferece análises, direcionamentos e identificação prévia de situações. Tudo para facilitar o seu controle sobre a sua empresa.

Empreendedor Focado

Com os serviços ofertados, o empreendedor irá focar seu tempo e dedicação no que ele é mais decisivo e especialista, empreender!

Sem a preocupação de perder tempo correndo atrás de contas, ele poderá correr atrás de resultados, agora direcionados pela equipe financeira da Fatorizze.

Foque em fazer a sua empresa crescer, a Fatorizze cuida do resto.

Conheça a Fatorizze, entre em contato, a empresa tem atuação presencial e remota, portanto independente do tamanho da sua empresa e de onde ela esteja localizada, o setor financeiro ficará sobre os cuidados dela.

A Fatorizze é uma parceira da OSA Contabilidade, com anos de tradição no mercado contábil, que sempre visa através dela, e de parcerias como essas, levar a solução para o dia a dia da sua empresa.